contato@rogeriomorale.com.br    |   

Cirurgia plástica fora do país é uma boa ideia?

Na busca por procedimentos cirúrgicos mais baratos, não raro mulheres buscam alternativas em outros países e um dos mais procurados para este fim é a Venezuela. Mas será que vale mesmo a pena fazer cirurgia plástica fora do Brasil?

É preciso saber que as clínicas que oferecem implantes com preços milagrosos podem não ter segurança adequada para a paciente, e não utilizar materiais corretamente esterilizados ou espaços destinados aos cuidados pós-operatórios. A situação pode ser ainda mais grave: os médicos que realizam esses procedimentos podem não ser cirurgiões plásticos.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), entre 2015 e 2016, de 100 mulheres que saíram do Brasil para se submeter a procedimentos plásticos em outro país, 15 morreram enquanto as outras ainda sofrem as sequelas da cirurgia. Não importa o lugar: é impossível encontrar procedimentos cirúrgicos de qualidade com valores tão baixos.

Então o recomendado pela Sociedade é se submeter a operações com profissionais do Brasil, que estão entre os melhores do mundo, utilizam técnicas altamente avançadas e operam em centros cirúrgicos com tecnologia de ponta. Mas se você mora fora do país e deseja fazer uma cirurgia no local que reside é preciso estar atenta a alguns quesitos importantes:

Credibilidade do consultório: procure saber se o local que você escolheu é higiênico e seguro, se conta com bons profissionais e o que dizem os pacientes desse lugar. Peça informações sobre a certificação e o nome do organismo de certificação na avaliação de um ambiente cirúrgico.

O que outros profissionais da área acham do seu cirurgião: especialmente profissionais do Brasil. Se o cirurgião que você escolheu tem um bom currículo, certamente ele já esteve em algum Congresso de Medicina Estética no país e médicos brasileiros o conhecem. Cirurgia plástica estética requer que você escolha um cirurgião plástico altamente treinado e qualificado.

Confiabilidade do material: pesquisar o material que será colocado no seu corpo é muito importante, afinal, quanto melhor a qualidade do seu implante, menos complicações você terá. Não tenha receio em perguntar ao médico sobre o tipo de material utilizado na prótese.

Língua fluente: procure saber se as pessoas-chave no consultório falam sua língua ou você a delas fluentemente.  Se você não puder se fazer entender terá complicações.

Fonte: Medical Site