contato@rogeriomorale.com.br    |   

Lipocavitação, a lipo sem cirurgia

O que é?

A lipocavitação serve para eliminar gordura da barriga, coxas, flancos e costas, usando um aparelho de ultrassom que ajuda a destruir a gordura acumulada e localizada. Geralmente essa gordurinha não é eliminada apenas com dieta ou exercício. O procedimento não é invasivo, é simples e indolor, ajuda a modelar o corpo e melhora o aspecto da pele e da celulite.

Depois de cada sessão, aconselha-se outra de drenagem linfática e exercício aeróbico até as 48h seguintes para fortalecer os resultados da queima de gordura. Adotar uma alimentação equilibrada também evita que a gordura se acumule em outras regiões do corpo.

Como é feito?

Primeiro o profissional usa gel na área a ser tratada no paciente e o aparelho que pressiona essa região realiza movimentos circulares, emitindo ondas eletromagnéticas que penetram nas células de gordura e as destroem, de forma que os restos celulares são direcionados para a corrente sanguínea e linfática para ser eliminado pelo organismo. Todo o processo dura, em média, 40 minutos e pode ser feito em qualquer clínica ou consultório de profissional de procedimentos estéticos.

O número de sessões varia de acordo com o objetivo da pessoa e da quantidade de gordura que ela acumula, mas normalmente até 10 sessões costuma ser o suficiente. Mas, dependendo do tamanho da região tratada, podem ser necessárias mais sessões, 2 vezes por mês.

Resultados

Normalmente os resultados costumam vir rápido e, desde a primeira sessão, são progressivos. Até 3 sessões já é possível ver um resultado definitivo, pois geralmente a lipocavitação elimina até 4 cm por sessão.

Indicação

A lipocavitação é mais indicada para pessoas que estão próximas do peso ideal. Em contrapartida, não é indicada para pessoas obesas, hipertensas, cardíacas, com doenças hepáticas ou renais, flebite, epilepsia ou condições psiquiátricas graves. Também não é recomendado para quem possui próteses, placas ou parafusos metálicos no corpo. Varizes ou processos inflamatórios na área a ser tratada é outro ponto que deve ser observado.

Embora o procedimento seja normalmente seguro e relativamente isento de riscos, é preciso certa disciplina para não engordar tudo de novo antes mesmo do fim do tratamento. Entre os principais cuidados para evitar esse quadro estão: beber água e chá verde ao longo do dia; fazer drenagem linfática e praticar exercícios físicos de alta intensidade até 48h depois de cada sessão. Quando realizada com todas as instruções, o procedimento não traz perigo algum.

Fonte: Medical Site